SOZINHO NO MUNDO ....

Sozinho no mundo...

Nossa Parashá nos conta como um judeu, Iaacov, parte sozinho para uma terra estrangeira, Haran. Ele não leva nada com ele; a Torá nos diz que foi apenas com sua vara que ele atravessou o Jordão. Apesar disso ele avança com o coração leve, tendo confiança em Hashsem.

Chegado em Haran, ele viu que não podia confiar em ninguém, nem mesmo na sua família; ele não podia esperar nada deles. Seu tio, Lavan, o enganou. Mas Iaacov nunca perdeu sua confiança em D’us. Tudo isso lhe permitiu tornar-se muito rico e, principalmente, ter filhos, que foram muito ligados a D’us.

Avraham tinha tido um bom filho, Itschac, mas também um outro, Ishmael; Itschac também tivera um bom filho, Iaacov, mas junto com este, Essav. Apesar de Avraham e Itschac terem criado seus filhos em Israel e não no fora, tiveram descendentes como Ishmael e Essav. Pelo contrário, Iaacov e seus filhos viveram no fora de Israel. Iaacov, com o difícil trabalho que fazia para Lavan, precisou ter, também, muito cuidado para que seus doze filhos, que viviam no meio de um povo completamente estrangeiro, não se conduzissem como as pessoas de Haran e sim espalhassem entre eles a Torá.

Foi por ter tido confiança em D’us que Iaacov conseguiu ter êxito em todos os campos: ele ficou muito rico e todos seus filhos foram fiéis a D’us.

Isso nos ensina algo importante. Só podemos e só devemos ter confiança em D’us, a Quem estamos ligados apelas pela Torá e pelas Mitsvot.

Quando as crianças judias recebem uma educação de Torá, uma verdadeira educação judia, como nossos ancestrais nos transmitiram, então podemos todos ir ao encontro de Mashiach, já que estamos prontos para sua chegada.

SOZINHO NO MUNDO ....