Program-Minor-Hebrew-related2.jpg

 

A certificação Kosher de qualquer produto que venha a ser produzido é válida somente e exclusivamente com concordância e a orientação do Rabinato do estado do Rio de Janeiro.

 

A certificação kosher amplia o número de clientes e proporciona maior aceitação no mercado interno e externo. A aquisição dao certficado Kosher representa um valor adicionado para o produto e para a fabrica. 

O mercado Kosher se destacou no mercado brasileiro nos últimos anos de forma surpreendente pelo crescimento. 

A evolução do mercado Kosher no Brasil acompanha a Globalização e corresponde às mudanças irreversíveis do melhoramento da alimentação no mundo, caracterizadas pela busca frenética da saudabilidade, da ética e da preservação do meio-ambiente.

Estudos demonstram que o consumidor enxerga a alimentação KOSHER como uma alimentação de melhor qualidade e segurança desde a época da industrialização alimentar nos Estados Unidos, no inicio do seculo 20.

O selo Kosher, que satisfaz ao mesmo tempo o consumidor vegetariano, vegano e  celíaco, sempre foi sinônimo de confiança absoluta e QUALIDADE, já que o Rabino autorizado e designado pelo Rabinatorio encarregado da supervisão dos alimentos desde o plantio até a embalagem, é um rigoroso guardião da Lei dos alimentos datando de 3331 anos atrás e ao mesmo tempo em constante evolução, acompanhando a evolução tecnológica. 

Além do mais, o selo Kosher é procurado constantemente  e gradativamente no ramo da grande distribuição no setor étnico, no setor saudável, nas redes de hotelaria, nos aeroportos, no setor do turismo e hospitaleiro.

Um mercado em constante crescimento que foge de todos os standards 

O consumidor Kosher é diferente.

O consumidor Kosher foge dos padrões elaborados pelas agencias de marketing e estudos definem um perfil geralmente altruísta, compra para toda família, amigos, colegas, vizinhos. Alem da alimentação diária, o consumo dos alimentos Kosher é constantemente  estimulado pelas celebrações do calendário judaico que são semanais, mensais e anuais! Cada semana tem o banquete do Shabat.  Pelo menos, uma vez por mês tem uma celebração de data festiva, que leva a consumir muito mais que os dias comuns.

Entende então que o mercado Kosher  não se mede pela quantidade de consumidores porque o consumidor Kosher consome de  forma totalmente diferente, generosa  e excessiva. O consumidor Kosher não é necessariamente Judeu, pois o certificado Kosher significa que o produto é de confiança.