LA HALA DU RABINAT!

QUER REALMENTE SABER A RECEITA ANCESTRAL DA UNICA HALA KOSHER DO RIO QUE VENCEU 30 ANOS DE SABOTAGEM?


PREPARAÇÃO ESPIRITUAL


Os sábios judeus mostram que dar conduz ao amor. Assim, o que dá sabor ao prato não é apenas o alimento em si, mas a intenção com a qual é preparado. “O tempero de amor não se compra. É como uma mágica, e é esta a essência da comida judaica”, ensina Ida Blumenfeld.

Um grande sábio estava a caminho  da cidade de Lublin e parou uma noite para descansar na casa de um amigo.

Como o amigo era muito pobre, a despensa encontrava-se vazia e sua mulher ficou apavorada por não ter o que servir ao sábio. Em busca de uma solução, juntou galhos secos, cozinhou água com farinha e serviu assim mesmo. Todos comeram daquela comida.

Ao retornar para casa, o grande sábio comentou com a esposa: “Comi um prato que tinha o sabor do jardim do Éden!” Espantada, a mulher resolveu viajar até a casa onde o marido se hospedara para aprender a deliciosa receita. Ali chegando, conheceu a esposa do amigo de seu marido, e ouviu interessada: “Não tinha nada para servir em casa, e, não querendo decepcionar tão ilustre visita, rezei para D´us: Se não tenho do que servir, tu, Mestre do Universo, que sabes que não economizaria quitutes para servir, e que possuis um jardim do Éden, Te rogo: Não acrescentarias um pouco de seu sabor ao prato que estou preparando?”


MÃO NA MASSA

Halá DO RABINATO

Para um sabor e uma consistência extraordinariamente macios e melhorar as suas refeições de Shabat e Iom Tov.

Ingrediente para a massa:

Cerca de 2,2 kg de farinha

30 g de fermento fresco

1 pacote de fermento seco

2 xícaras de água morna

1 ½ dedos de margarina

2 1/3 xícaras de água fervendo

2 colheres de sopa de sal

1 ½ xícaras de açúcar

5 ovos

Ingrediente para a cobertura:

1 ovo batido

Sementes de papoula

Modo de preparo:

Em uma tigela pequena, dissolva o fermento em 2 xícaras de água morna, até que faça bolhas. Numa tigela grande coloque primeiro a margarina e depois verta a água fervendo sobre ela, mexendo até que derreta. Acrescente o sal e o açúcar. Deixe esfriar por alguns minutos acrescente  os ovos e bata. Adicione o fermento borbulhando e depois, aos poucos, a farinha. Amasse por 10 minutos. Se a massa estiver muito molhada, acrescente um pouco mais de farinha.

Quando estiver pronto para crescer, cubra a parte superior da massa com óleo, cubra e deixe crescer por 1 hora. Separe uma pequena porção da massa, conhecida como “chalá” da massa. Dê a forma e deixe crescer por mais uma hora. Pinte com o ovo batido. Espalhe as sementes de papoula.

Leve ao forno a 350o por 1 hora para chalá grande e ½ hora para as menores ou pãezinhos.