5. Com o Hofetz Haim

O  Rabi Hofetz Haim, sempre que aparava as unhas das mãos, deixava uma delas intacta. Ele explicava que fazia isso porque o Moshiah  pode vir a qualquer momento e ele, como era Cohen, precisava estar pronto para fazer a “ shehitá” (abate ritual judaico). No Beit Hamikdash (o templo em Jerusalém) a “ shechitá” era feita pelos Cohanim (sacerdotes descendentes diretos de Aron Hacohenm) e antes de executar o abate, eles verificavam com a própria unha,  se a faca estava lisa e afiada.