Rachel

Rahel

Yaacov explicou ao seu filho Yossef o motivo pelo qual ele não enterrou Rachel na gruta de Makhpela, (na gruta de Makhpela, em Hebron-Israel, são enterrados Adam (Adão) com Hava ( Eva), Avraham (Abrão) com Sarah, Itshak com Rivkah e Yaacov com Lea):

- Dê a ordem agora, disse Yossef, que eu transferirei e enterrarei mina mãe Rahel na grota de Makhpela!

- Você não pode fazer isso, meu filho, respondeu Yaacov pois eu a enterrei no cruzamento dos caminhos de Beit Lehem obedecendo à uma ordem divina. Quando no futuro, os filhos de Raquel se exilarem por Nevukhadnetzar, eles passarão pelo túmulo dela. Ela suplicará Hashem para que ele tenha piedade de seus filhos, e Hashem ouvirá suas preces”.

As palavras de Yaacov foram cumpridas quando os Bnei Yisrael foram exilados depois da destruição do primeiro Templo Sagrado (Beit Hamikdash). (Midrash Psikta Rabati)

Raquel se levantou perante Hashem e rezou: “Mestre do universo, Tu sabes que Teu servente Yaacov me amava e serviu meu pai durante sete anos por mim. No fim dos sete anos, quando chegou o momento do casamento, meu pai decidiu oferecer minha irmã Lea no meu lugar. Eu já sabia disso, e fiquei numa difícil situação. Eu enviei um recado para meu futuro marido revelando alguns sinais a partir dos quais ele conseguiria distinguir minha irmã de mim. Os planos do meu pai teriam fracassado. Mas, eu mudei de idéia depois porque eu tinha pena da minha irmã Lea que passaria por esse vexame. Quando minha irmã se arrumou para o casamento, eu revelei a ela os sinais secretos que eu tinha enviado a Yaacov, e eu até me escondi no quarto do casal para responder às perguntas de Yaacov para que ele não descobrisse a mentira por causa de sua voz. Eu sou apenas um ser humano. Entretanto, eu não fiquei com inveja dela e não deixei ela passar por esse vexame. Tu és o D´us Vivo e Eterno: porque você sentiria inveja de ídolos  insignificantes; porque você permite que Teus filhos sejam exilados, assassinados e maltratados pelo inimigo?” (Midrash Eikha Raba).

A reza (Tefila) de Rahel despertou a misericórdia de Hashem e Ele lhe respondeu (Yeremiahu 31: 15-16) “Guarde de sua voz os choros e de teus olhos as lágrimas, pois tuas boas ações serão recompensadas, disse Hashem, e eles voltarão de novo do país de seus inimigos!”