- 9 - Menachem Av

Ha Yom Yom Original: O Dia de Hoje

Edição de 1997

Única tradução autorizada para a língua portuguesa pela Kehos Publication

Traduzido por Rachel Catran e com o Rabinato do Rio de Janeiro, editado no jornal semanal Kol Hamoshiah de 1997 até 2007

Menachem Av

Segunda 01 Menachem Av

Rosh Chodesh

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni de Devarim  com Rashi

Tehilim: 1 a 9

Tania: Cap.10: Vechiné... Dezimra Kenodach

(Segunda, no Haiom Iom Original, de 5703)

A qualidade de Mashiach será sua humildade. Apesar de possuir a mais alta elevação, de ensinar a Torá aos Patriarcas e a Moshé, nosso mestre, ele não deixará de ter uma humildade muito profunda e uma submissão imensa. Ele ensinará também às pessoas simples.

(Este dia é a Hilula de Aarão, cujo comportamento estava baseado no princípio de “ama as criaturas e aproxima-as da Torá”)

Terça 02  Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shlishi de Devarim  com Rashi

Tehilim: 10 a 17

Tania: Uméa  ´char Shechatfila... Ilaa

(Terça, no Haiom Iom Original, de 5703)

Eis um ensinamento relativo a cada um: um menino deve começar a colocar os Tefilin dois meses antes do seu Bar Mitsvá, antes sem benção, logo, no final de algumas semanas, proferindo-a.

(Esta data ocorre, de fato, dois meses antes de Rosh Hashaná, a criação e o aniversário de Adão.

Por outro lado, convém notar que o Rebe Shlita de Lubavitch pede que um menino coloque, a partir do primeiro dia, e simultâneamente, os Tefilin de Rashi e os de Rabénu Tam.)

Quarta 03 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Révii de Devarim  com Rashi

Tehilim: 18 a 22

Tania: Cap.11: Veomnam... (p.Kuf) Léeïn Ketz

(Quarta, no Haiom Iom Original, de 5703)

Esta é uma das explicações do meu pai (o Rebe Rachab):

Quando Mashiach chegar, muito em breve, lamentaremos os dias de exílio. Sentiremos tristeza por não ter servido D’us como convém. Ressentiremos profundamente a desgraça que esta falta de esforço representa. Estes dias de exílio devem ser consagrados a preparar-se para a vinda próxima de Mashiach.

A passagem do Tania estudada neste dia diz: se não recomeçássemos a cometer erros, seriamos imediatamente libertados.

Quinta 4 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi de Devarim  com Rashi

Tehilim: 23 a 28

Tania: Uma Shemeshabe´chim...(p.200) Chi Miyad

(Quinta, no Haiom Iom Original, de 5703)

Mesmo ao preço do maior esforço, não se pode ganhar um centavo a mais do que foi decretado por D’us para cada um. Deve se agir na medida da necessidade, é preciso lembrar, entretanto, que todo este trabalho só é acessório. O essencial continua na benção divina.

E esta é acordada àquele que observa os mandamentos divinos, reza com a comunidade, respeita escrupulosamente o Shabat, observa meticulosamente a Cashrut e confia a educação dos seus filhos a mestres dignos de confiança.

Sexta 05 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shishi de Devarim com Rashi

Tehilim: 29 a 34

Tania: Umashekatuv Ve´chatati... Pisheav

(Sexta, no Haiom Iom Original, de 5703)

“Afasta-te do mal e faz o bem. Procura a paz e persegue-a” (Tehilim 34, 15)

O Baal Shem Tov explicou:

“Cada objeto material cuja utilização é permitida comporta ao mesmo tempo bem e mal. O elemento material é o mal e a Vitalidade divina que o vivifica é o bem.

Aquele que usa o objeto deve “afastar-se do mal”, não desejar o prazer físico que o mesmo outorga, e “fazer o bem”, desejar ser reforçado e bendito pela Vitalidade divina que reside neste objeto.

“Pedir a paz e persegui-la”. Aquele que se afasta do mal e faz o bem deve, também, procurar e “perseguir” o meio de instaurar a paz entre a matéria e a força divina que lhe confere a vida”.

Shabat 06 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shevii de Devarim  com Rashi

Tehilim: 35 a 38

Tania: Cap.12: Vetaam... Imatsé Tov

(Shabat, no Haiom Iom Original, de 5703)

O Admor Hazaquen, quando voltou de (sua prisão em) Petersburgo, proferiu um discurso chassídico diante do Admor Haemtsaí. Este dizia, em poucas palavras:

“Elevem vossas mãos no Sagrado e bendigam o Eterno. Que o Eterno te bendiga de Sion, Ele que faz os céus e a terra.”(Tehilim 134-2,3)”

“Elevem vossas mãos no Sagrado” chama a atenção sobre a necessidade de elevar as manifestações sentimentais em direção ao intelecto e de iluminar estes sentimentos pela compreensão.

“E bendigam o Eterno”; pode-se assim revelar Seu Nome Superior, o Tetragrama e trazer as bênçãos. Sempre

“que o Eterno te bendiga de Sion”, se coloque em evidência este Nome na essência da alma,

“que faz os céus e a terra”, por que é deste modo que os mundos podem se manter.

Domingo 7 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Rishon de Vaet´chanan  com Rashi

Tehilim: 39 a 43

Tania: Alef Pote´chin... (p.204) Vehaguf Shébénéfesh

(Domingo, no Haiom Iom Original, de 5703)

A carta introduzida pelas palavras “potchin bebrachá” foi escrita dez anos antes da que começa com “catanti”.

(A carta “potchin bebrachá” constitui o estudo do Tania deste dia. Ela de fato introduz a quarta parte do Tania, Igueret Hacodesh, da qual é a primeira carta. A segunda “catanti” foi escrita pelo Admor Hazaquen após o seu retorno do cativeiro de Petersburgo, em 5559-1799).

Segunda 8  Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni de Vaet´chanan  com Rashi

Tehilim: 44 a 48

Tania: A´h Mi... (p.204) Mitsuï Chanéfesh

(Segunda-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

As “shesh Ze’hirot” (seis lembranças - sidur p.86) são ditas diariamente, inclusive no Shabat, no Iom Tov, em Rosh Hashaná e em Iom Quipur.

Eis um dos provérbios do meu avó (o Rebe Maharash):

“Qual é utilidade da Chassidut e da devoção quando falta a qualidade essencial, Ahavat Israel, o amor ao próximo, e mais ainda, quando a ausencia desta qualidade chega ao ponto de causar pena a outro, que D’us nos livre?”

(É neste dia que os inimigos de Israel penetraram no Santuário. Logo depois, este pode ser destruído por causa do “ódio gratuito”.)

Terça 9 Menachem Av

·  Em Minchá: Shemá (Sidur p.76), Shir Shel Iom e Ein Queloqueinu (Sidur p.89) e todas as passagens a serem estudadas pela manhã.

·  Depois: Minchá, de acordo com a ordem habitual (Sidur p.96).

·  Não se diz a benção “Sheassá li Col Tsarchi” (Sidur p.8) (“Que satisfaz todas minhas necessidades) até a manhã do dia seguinte.

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shlishi de Vaet´chanan  com Rashi

Tehilim: 49 a 54

Tania: Veata Chapaam... Torah Ve´chulu

(Terça-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Meu pai (o Rebe Rashab) estudava todo ano, em Tishá Be Av , o Midrash Eichá Rabá e a passagem de Rabi Iochanan, no capítulo Hanizaquin da Guemará (Guitin 55b e seguintes, que descreve a destruição do Templo).

De manhã, após as Quinot, que ele lia integralmente, ele dizia Eichá. Ele era chamado na Torá para ler a Haftará, às vezes tanto em Chacharit quanto em Minchá.

Quarta 10 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Révii  de Vaet´chanan  com Rashi

Tehilim: 55 a 59

Tania: Beth Katonti... Chapanim Vegomer

(Quarta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Eis o extrato de um relato do meu Avó (o Rebe Maharash):

·  Originalmente a carta “Catanti” terminava com as palavras “um espírito humilde”. Depois, nosso grande mestre, (o Admor Hazaquen) falou três vezes, em Liozna, o discurso chassídico introduzido pelo verso “como as águas refletem o rosto”, que ele explicou de acordo com os comentários de Rashi e não de acordo com a tradução de Onquelos. Ele acrescentou, então, a esta carta as palavras “e talvez, graças a tudo isso, D’us o colocará no coração dos seus irmãos, como as águas refletem o rosto”.

Com essas palavras, ele implantou bons sentimentos nos chassidim.

·  Se o Admor Hazaquen não tivesse inserido nesta carta as palavras “com o atributo da verdade de Iaacov”, ele teria atraído cinqüenta mil Chassidim a mais. Mas o Rebe exigia a verdade.

Quinta 11 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi de Vaet´chanan  com Rashi

Tehilim: 60 a 65

Tânia:  Guimel Vayilbash... (p.208) `Chás Veshalom

(Quinta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

O Admor Hazaquen partiu para Mezeritch na companhia do irmão, Rabi Iehuda Leib, em 5524 (1764). Mas Rabi Iehuda Leib, não tendo conseguido a concordância da sua esposa, voltou no meio do caminho.

O Admor Hazaquen chegou em Mezeritch e ficou ali, a primeira vez, até o final de Pessach 5525 (1765). Durante duas semanas, ele não sabia se devia ficar ou não. O primeiro discurso chassídico que escutou ali foi introduzido com as palavras “consolem, consolem Meu povo”.

Não foi possível determinar se se tratava do primeiro discurso que ele ouviu depois da sua chegada ou depois que estas duas semanas passaram e que ela decidira ficar e ligar-se ao Maguid.

(O versículo sobre o qual este discurso está baseado introduz a Haftará desta semana).

Sexta 12 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shishi de Vaet´chanan  com Rashi

Tehilim: 66 a 68

Tania: A´h Mi... Tidreshenu

(Sexta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

O Admor Hazaquen trouxe com ele um ensinamento do Maguid de Mezeritch, que por sua vez vinha do Baal Shem Tov:

“Amarás o próximo como a ti mesmo” é um comentário e uma explicação de “Amarás o Eterno teu D’us”. Quando se ama um judeu, ama-se D’us. Porque cada judeu leva em si uma parcela de Divindade. Desse modo, quando se ama um judeu, quando se ama a parte profunda do seu ser, se ama o Eterno.

Shabat 13 Menachem Av

·  Quando se lêem os Dez Mandamentos, fica-se de pé com o rosto voltado para o Sefer Torá.

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shevii de Vaet´chanan  com Rashi

Tehilim: 69 a 71

Tania: Dalet Eïn... (p. Kuf Vav) Bitsedaka

(Shabat, no Haiom Iom Original, de 5703)

“E falarás das mesmas quando estiveres sentado na tua casa”.

Nossos sábios explicam que este versículo se refere às palavras da Torá. Existem, entretanto, diferentes níveis no estudo. Todos são aqui mencionados:

·  “Quando estiveres sentado na tua casa” faz alusão à alma que se encontra no “Palácio das almas”, antes de descer neste mundo inferior, e que lá se dedica ao estudo da Torá.

·  “Quando estiveres andando pelo caminho” designa o momento da descida da alma de um mundo a outro, de um nível ao seguinte, até chegar aqui em baixo, neste mundo material, com a finalidade de introduzir-se num corpo físico. Aqui a alma “anda no caminho” do mundo, até alcançar uma idade avançada, logo,

·  “Quando te deitares” chega para ela o momento de deixar este mundo. Então, é ainda a Torá que a protege, como o explica o sexto capítulo de Avot. Enfim,

·  “Quando te levantares” assim como está dito “reviverás....”.

(O estudo da Torá continuará após a ressurreição dos mortos).

Domingo 14 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Rishon de Ekev  com Rashi

Tehilim: 72 a 76

Tania: Vézéchu Tsédek... Sélach Amen Ken Yechi Ratson

(Domingo, no Haiom Iom Original, de 5703)

·  Em Minchá não se fala Tachanun.

O dia 14 de Menachem Av 5701 (1941) marcou o quinquagésimo ano desde que meu pai (o Rebe Rashab) me pediu que começasse a anotar as histórias que ele me contava.

Quando o Tsémach Tsédec começou a redigir comentários talmúdicos e chassídicos e da Chassidut, o Admor Hazaquen lhe disse:

“Adquire um amigo para ti”, “U Cné” (adquire) se le também “Ve Cané” (e a pena), “e a pena sera para ti um amigo”.

Uma vez, meu pai (o Rebe Rashab) citando o Admor Hazaquen, disse: “e a pena será para ti um amigo”. Ele explicou: é da pena do coração que se trata aqui. Cada coisa que se aprende deve constituir uma experiência emocional.

Segunda 15 Menachem Av

·  Não se fala Tachanun.

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni de Ekev  com Rashi

Tehilim: 77 e 78

Tania: Ché Vayaass...(p.214) Shémévine Chakol

(Segunda-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Meu pai (o Rebe Rashab) notou:

“A superioridade de 15 de Av em relação aos outros 15 do mês é a seguinte: de maneira geral, esta data a lua cheia, quer dizer a mais alta revelação. Entretanto, este astro só recebe luz.

Por outro lado, durante 15 Av, esta luz se revela de maneira fixa por que a ascensão está na medida da grande queda de Tishá Be Av.

É no sentido da expressão “a força do sol está enfraquecida” (a partir de 15 de Av com respeito à sua  intensidade durante o verão). Os idólatras baseiam seu calendário no sol, símbolo do mal, que a partir do dia 15 está enfraquecido. Assim aconteceu na época do Templo, quando todas as nações estavam submetidas ao Rei Shlomo.

E quanto mais assim será no mundo futuro, quando as nações serão atraídas em direção a Ele”, alcançando uma submissão total, quando “Eu retirarei o espírito de impureza da terra”. Um gosto prévio de tudo isso pode ser percebido no dia 15 de Av, quando a força do sol está enfraquecida.

Terça 16 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shlishi de Ekev  com Rashi

Tehilim: 79 a 82

Tania: A´h... (p. Kuf ´Chet) Veyud Beth Aïn Sham

(Terça-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

As viagens do Baal Shem Tov, logo depois dele ter se revelado, tinham três objetos: liberar os prisioneiros, reforçar a Torá e a devoção, revelar a parte oculta da Torá.

O Admor Haemtsaí dava, a seguinte explicação com respeito a isso:

“A parte revelada da Torá é chamada ‘água’. E a tendência é ir em direção à água.

A parte oculta da Torá é dnominada ‘fogo’. E todos temem o fogo.

Esta é a razão pela qual o mestre deve ir em direção ao discípulo e dizer-lhe: Não tenha medo. ‘O Eterno teu D’us é um Fogo que devora’.”

(Não há lugar, portanto, para temer o fogo da parte profunda da Torá, por que a origem deste é divina.)

Quarta 17  Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Révii de Ekev  com Rashi

Tehilim: 83 a 87

Tania: A´h Biyur... (p. Kuf `Chet) `Cho ´chma Ilaa Kenizkar Léeïl)

(Quarta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

O Tsémach Tsédec explicou a relação entre a parte oculta da Torá e o fogo: é ela que vivifica o aspecto revelado da Torá.

Quando se aprende uma Halachá com a consciência que, depois de cento e vinte anos, se estudará esta mesma Halachá no Gan Eden, se tem a sensação de ser penetrado por uma pequena chama.

Quinta 18 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi de Ekev  com Rashi

Tehilim: 88 e 89

Tania: A´h Olam...(p.216) Beassya

(Quinta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

O Admor Haemtsaí diz, em nome do Admor Hazaquen:

Ahavat Israel deve penetrar até a própria essência da existência”.

Sexta 19 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shishi de Ekev  com Rashi

Tehilim: 90 a 96

Tania: Vechiné Beadam... Leavracham `chulu

(Sexta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Aqueles que rezam com quatro pares de Tefilin devem adotar a seguinte maneira de agir:

·  Coloca-se sobre o braço e sobre a cabeça, os do “Rashi” antes de “EizéHu Mecoman” (Sidur p. 23). Reza-se com eles até “Ach Tsadiquim”(Sidur p. 85).

·  Retira-se a “cabeça” de Rashi e coloca-se, sem bênção, os de “Shimushá Raba”. Diz-se o Shemá até Emet e os Tehilim correspondentes a este dia, de acordo com a divisão mensal. Aqueles que eram meticulosos no cumprimento das Mitsvot os estudavam com os comentários de Rashi e dos Metsudot.

·  Depois, colocam-se os Tefilin de Rabénu Tam, sem bênção. Diz-se o Shemá até Emet, depois Cadosh (Sidur p. 85) e as Zechirot que estão impressas no Sidur (p.86). Estuda-se em seguida um capítulo de Mishná, cada um de acordo com seu entendimeneto.

·  Finalmente, tira-se a “cabeça”de Rabénu Tam e coloca-se a de Rabad, sem bênção. Faz-se o Shemá até Emet. Estuda-se uma passagem do Chumash com o comentário de Rashi extraído da Parashá da semana, domingo até o Sheni, segunda até Shelishi e assim sucessivamente.

(Convém notar que o Rebe Shlitá de Lubavitch pede que se coloquem os Tefilin de Rabénu Tam desde a idade de Bar Mitsvá.)

Shabat  20 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shevii de Ekev  com Rashi

Tehilim: 97 a 103

Tania: A´h... Vechamaskilim Yavinu

(Shabat, no Haiom Iom Original, de 5703)

Os Tefilin, por exemplo, têm um lugar preciso sobre a cabeça e o braço. Quando são colocados, sente-se o peso do que está na cabeça, e o aperto do que está no braço. Assim deve ser também com respeito ao amor e ao temor a D’us. O Rambam escreve (Iessodei Hatorá 2, 1):

“Este D’us, honroso e temível, há uma mitsvá para amá-Lo e temê-Lo, como está escrito, ‘tu amarás o Eterno teu D’us’ e ‘o Eterno teu D’us, tu O temerás’.

Estas Mitsvot devem, portanto, ser postas em prática até o ponto de provocarem uma sensação física. A carne do corpo deve senti-las. Quando se encontra um amigo fiel, sente-se prazer e esquecem-se as preocupações. E mais do que isso, se é penetrado de uma vitalidade nova, se torna otimista e se tem uma boa disposição.

O mesmo acontece com o temor a D’us. Ele deve ter por efeito tomar-nos de um grande pavor. Ao senti-lo, se recordará dos maus pensamentos, das más palavras e das más ações. Conceber-se-á uma dor evidente, por medo da punição, por medo de D’us. Por vezes, este sentimento pode também ter sido provocado pela vergonha que se sente diante de D’us ou pelo medo que Sua majestade transcendente suscita.”

(Foi nesta data que deixou o mundo, em 5704-1944, Rabi Levi Itschac Schneerson, o pai do Rebe Shlitá, que foi encarcerado e exilado por haver difundido o judaísmo. Ele perdeu a vida no exílio, no vigésimo dia do mês de Av.)

Domingo 21 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Rishon de Réech  com Rashi

Tehilim: 104 e 105

Tania: Vav Zoréa.. (p.220) Yichénu `Chulu

(Domingo, no Haiom Iom Original, de 5703)

Comprometer-se ativamente nos caminhos da Chassidut implica em pensar no que pode ser feito por ela e pelo bem dos Chassidim mesmo encontrando-se no mercado, absorto nos negócios.

Ao estar numa feira, num encontro de trabalho, tentar persuadir estas pessoas de participarem de cursos sobre Chassidut ou de reuniões chassídicas.

Seguir seriamente as vias chassídicas é uma obrigação pessoal da incumbência de cada um, qualquer que seja seu nível de conhecimentos da Chassidut.

Segunda 22 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni de Réech  com Rashi

Tehilim: 106 e 107

Tania: Vechiné Modaat... Te´chonéni

(Segunda-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Meu pai [o Rebe Rashab] diz:

“Não pode se dizer as bênçãos da manhã antes de lavar-se a boca, a não ser nos dias de jejum.”

(Observa-se que neste período, alguns se comprometem a fazer quarenta jejuns, que correspondem aos quarenta dias que vão do dia 20 de Av até Rosh Hashaná. Quarenta dias é, por outro lado, o período necessário para a concepção definitiva do feto.)

Terça 23 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shlishi de Réech com Rashi

Tehilim: 108 a 112

Tania: Zaïn Ashréïnu... (p.222) Véalul `Chulu

(Terça-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Durante o inverno 5652 (1892), quando meu pai (o Rebe Rashab) ensinou-me no Tania, que “a segunda alma de Israel é uma parcela de cima, aqui em baixo”, ele chamou a atenção que “de cima” e “daqui de baixo” são dois termos de sentido oposto. “Em cima” designa o espiritual mais elevado e “aqui em baixo” o material mais baixo.

Ele indicou que esta era precisamente a grandeza desta segunda alma: apesar de possuir a mais alta espiritualidade, ela afeta a matéria, na sua dimensão mais profunda.

Quarta 24 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Révii de Réech  com Rashi

Tehilim: 113 a 118

Tania: Vechiné Chaara...(p.222) Mérov

(Quarta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Uma tradição que um Rebe transmite ao seu sucessor, estabelece que:

“Na época da bem conhecida controvérsia (entre os Chassidim e seus opositores), os Chassidim informaram ao Admor Hazaquen os grandes sofrimentos que os judeus simples dentre os opositores os faziam sofrer.”

O Rebe respondeu:

“Meu avó (é assim que o Admor Hazaquen chamava o Baal Shem Tov) amava muito os judeus simples. Nos primeiros dias que passei em Mezeritch, o Maguid explicou:

“Meu mestre, o Baal Shem Tov, tinha o costume de dizer:

Amar um judeu é amar D’us. ‘Filhos para o Eterno vosso D’us sois’: quando amamos o Pai, amamos Seus filhos.”

Quinta 25 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi de Réech com Rashi

Tehilim: 119, do versículo 1 ao 97

Tania: Vechiné Shufreï... (p. Kuf Yud Beth) Bemakom A´cher

(Quinta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Meu pai (o Rebe Rashab) escreveu numa das suas cartas:

“Escutei, em nome de nossos ancestrais, nossos santos mestres, que quando uma menina nascia, convinha também desejar ‘possam seus pais conduzi-la para a Torá, para o casamento e para as boas ações’. Isto se baseia na seguinte afirmação dos nossos sábios (Berachot 17A): ‘Qual é o mérito das mulheres? Consiste em conduzir seu filho para a escola, mandar seu marido para a casa de estudo e esperar seu retorno’.”

(Este dia é o do nascimento de Chana, a filha do Rebe Rashab. A Guemará descreve aqui de que maneira as mulheres podem participar do estudo da Torá.)

Sexta 26 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shishi de Réech  com Rashi

Tehilim: 119, do versículo 97 ao fim

Tania: Vechiné... Chagoral Mamash

(Sexta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Extrato de um discurso do meu pai (o Rebe Rashab):

“Existe também uma obrigação de contar verbalmente a saída do Egito chassídica. Devem relatar-se histórias chassídicas e senti-las até o mais profundo de si mesmo. Deve saber-se que cada relato da um ensinamento para a vida.

Cada história deve suscitar um traço de caráter positivo, um profundo entusiasmo para cumprir uma Mitsvá da melhor maneira, para experimentar o prazer inerente aos ensinamentos chassídicos.

Shabat 27 Menachem Av

·  Faz-se a bênção de Rosh Chodesh Elul.

·  Lêem-se todos os Tehilim, pela manhã.

·  é um dia de Farbrenguen.

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shevii  de Réech  com Rashi

Tehilim: 120 a 134

Tania: Chet Zoréa ... Be´chuts Laarets Vedaï Lamévine

(Shabat, no Haiom Iom Original, de 5703)

Elul é o mês do balanço. No mundo material, um comerciante deve, para que seu comércio seja bem gerido e forneça um lucro considerável, efetuar um balanço de vez em quando e completar o que falta. O mesmo ocorre no domínio espiritual, no que se refere ao serviço de D’us. Ao longo do ano, os Judeus se dedicam à Torá, às Mitsvot, a forjar traços de personalidade positivos. Em Elul, prepara-se um balanço e cada um, de acordo com suas capacidades, se for um estudioso ou se tem uma atividade comercial, estabelece em sua alma uma conta fiel de tudo que ocorreu durante o ano.

Deve se ter consciência das próprias qualidades e reforçá-las, e conhecer os defeitos e consertá-los. Graças a uma preparação tão boa, se merecerá um ano bom e doce, tanto material quanto espiritualmente.

Domingo 28 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Rishon de Shoftim  com Rashi

Tehilim: 135 a 139

Tania: Teth Achuvaï...( p. Kuf Yud Dalet ) Pi Chatorach

(Domingo, no Haiom Iom Original, de 5703)

No que se refere à cura das doenças físicas, existem em geral duas aproximações:

·  Pode se tratar de um membro do corpo ou da faculdade que está doente, fraca e deficiente.

·  Pode se reforçar os membros do corpo e as faculdades sadias para que vençam o que está doente e consigam curá-lo.

O correspondente a essas duas aproximações, para a cura das doenças da alma, se refere às duas formas seguintes do serviço Divino:

·  A Tshuvá

·  As boas ações

Segunda 29 Menachem Av

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni de Shoftim  com Rashi

Tehilim: 140 a 144

Tania: AlKen Achuvaï... Tsion ´Chulu

(Segunda-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Deve se fazer um esforço com as próprias forças. Quando se toma alguém pela mão para guiá-lo, ele pode ser conduzido a um estágio mais elevado. Mas quando ele avança por suas forças pessoais, o resultado obtido é mais precioso.

Terça 30  Menachem Av

Primeiro dia de Rosh Chodesh

·  Começa-se a dizer “Ledavid Uri” (Sidur p. 81)

·  Costuma-se, na casa do Rebe, treinar a tocar shofar durante este dia. Mas começa-se a tocá-lo efetivamente depois da oração do segundo dia de Rosh Chodesh.


 "Todos os Direitos Reservados", que indica que aquela obra está protegida por lei e não poderá ser copiada sem autorização do autor.
©RABINADO DO RIO DE JANEIRO