- 6 - Yiar

Ha Yom Yom Original: O Dia de Hoje

Edição de 1997

Única tradução autorizada para a língua portuguesa pela Kehos Publication

Traduzido por Rachel Catran e com o Rabinato do Rio de Janeiro, editado no jornal semanal Kol Hamoshiah de 1997 até 2007

Iyar

Quinta 1o Iyar

Rosh Chodesh

Décimo sexto dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi de Kedoshim  com Rashi

Tehilim: 1 a 9

Tania: Vechine Beith...(p.Same´h Daleth) Achavat Olam

(Quinta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Uma vez alguém disse diante do meu pai (o Rabi Rashab), durante um Farbrenguen, no período do Omer, nos anos de 5651-5653 (1891-1893):

“Os Chassidim do Admor Hazaquen sempre contavam  (os dias deste mês têm um ponto em comum: a contagem do Omer).”

Esta afirmação agradou muito o meu pai. Ele disse:

“Esta idéia caracteriza o serviço de D’us que o homem cumpre. As horas devem ser também contadas. Os dias são então contados. Quando transcorre um dia, deve se saber o que se realizou no mesmo e o que ainda falta cumprir. De modo geral, é preciso que amanhã seja bem melhor que hoje.”

Sexta 2o Iyar

Décimo sétimo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shishi de Kedoshim com Rashi

Tehilim: 10 a 17

Tania: Rak Sheak Al Pi Ken... Ukenoda

(Sexta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Meu avô (o Rabi Maharash) nasceu nesta data, em 5593 (1833).

Quando tinha sete anos, o Tsemach Tsedec (seu pai) verificou uma vez os seus conhecimentos. Meu avô (o Rabi Maharash) respondeu tão bem que seu professor ficou maravilhado. Este não pode se conter e disse ao Tsemach Tsedec:

“Ah! O que me diz disso? Ele não respondeu com perfeição?”

Aí o Tsemach Tsedec disse:

“Porque esse espanto todo, só por que Tiferet shebeTiferet (a conta do Omer de hoje) respondeu bem?”

(As sete semanas do Omer correspondem às sete emoções da alma judia. Em cada uma delas estão incluídas todas as outras, simultaneamente, e cada um dos quarenta e nove dias revela uma dessas combinações. A do dia 2 de Iiar é ‘a harmonia da harmonia’, um nível espiritual particularmente elevado.)

Shabat 3 Iyar

Décimo oitavo dia do Omer

(Shabat, no Haiom Iom Original, de 5703)

·  Haftará: Vayehi Dvar... Halidroch Oti

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shevii de Kedoshim  com Rashi

Tehilim: 18 a 22

Tania: Cap. 45: Od Yesh... Kemo Shekatuv Bemakom A´cher

·  Não se toma agua antes da Havdala (como está escrito no Sidur do Ari Zal)

Todos os traços de caráter, incluídos aqueles que não são íntegros, ou até aqueles que são francamente ruins, como o indica o seu nome e a descrição que se da deles, podem ser utilizados para o serviço de D’us baseado na Torá.

Por exemplo, o Tsadic Rabi Meshulam Zussia de Anipoli ensinava muitas regras de comportamento que podem ser tiradas do comportamento de um ladrão:

1)  Ele é discreto e não se faz notar pelos outros.

2)  Ele está pronto para enfrentar o perigo.

3)  Ele da importância ao mínimo detalhe.

4)  Ele não mede esforços no seu trabalho.

5)  Ele demostra dedicação.

6)  Ele é confiante e otimista.

7)  Quando ele não tem sucesso na primeira vez, ele vai tentar muitas vezes mais para conseguir os seus objetivos.

Domingo 4 Iyar 5703

Décimo nono dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Rishon d´Emor com Rashi

Tehilim: 23 a 28

Tania: Cap.46: Veyesh... (p. Same´h Che) `Chavero Elav

(Domingo, no Haiom Iom Original, de 5703)

Existe um costume judaico de não cortar o cabelo de um menino antes da idade de três anos.

O primeiro corte de cabelos da criança é um costume judaico muito importante. Sua finalidade é, em primeiro lugar, acostumar a criança a ter Peot (a não cortar o cabelo dos cantos da cabeça).

A partir do momento em que se corta o cabelo dele e que ele deixa Peot, se faz um esforço para que ele vista um Talit Catan, para que ele diga as bênçãos da manhã, as de depois da refeição (Sidur p. 89) e o Shema Israel da noite (Sidur p.118).

Segunda 5 Iyar

Vigésimo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni d´Emor com Rashi

Tehilim: 29 a 34

Tania: Vechine Zechu...(p.Same´h Che)  Chaméle ´h

(Segunda-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

O Admor Hazaquen recebeu do Tsadic Rabi Mordechai, que o ouviu do Baal Shem Tov, o seguinte ensinamento:

“Uma alma pode descer neste mundo e viver nele setenta ou oitenta anos para fazer para um Judeu um único favor, material e principalmente espiritual.”

(De acordo com os termos do Rambam: “cada homem deve se considerar como se fosse meio merecedor e meio culpado. Assim também, o mundo inteiro é, ele mesmo, meio merecedor e meio culpado... Aquele que cumpre uma Mitsva faz a sua pessoa e o mundo inteiro balançarem para o lado do bem. Dessa maneira ele provoca para ele e consegue para o mundo a salvação e a redenção”. Nos termos do Zohar: “não existe nenhuma pessoa entre aquelas que se encontram neste mundo, que D’us não examine perguntando-se se este corpo fará alguma vez Tshuva. É precisamente por isso que D’us a traz ao mundo”.)

Terça 6 Iyar 5703

Vigésimo primeiro dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shlishi d´Emor com Rashi

Tehilim: 35 a 38

Tania: Vechine Ke´chol...(p.13) Beari´chut

(Terça-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Nossos Sábios dizem:

“É impossível se despedir de um amigo sem ter compartido com ele uma palavra de Halacha.”

Nossos ancestrais precisaram que esta palavra da Torá devia ser de natureza a fazer com que ele melhore. A melhora é uma elevação de um nível a outro, de uma etapa à seguinte. Este progresso constitui a superioridade da alma com respeito aos anjos. Ela se revela plenamente por um ato de bondade, um favor feito ao outro, em geral material e em particular espiritual.

Quarta 7 Iyar

Vigésimo segundo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Révii d´Emor com Rashi

Tehilim: 39 a 43

Tania: Ve Kulam...(p.Same´h Vav) Eïn Sof Baru ´h Chu

(Quarta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Quando uma pessoa se envolve com o Talit grande, é inútil que ela cubra o rosto até a boca.

É isso que as leis do Sidur sobre Tsitsit (p. 11) indicam. Entretanto, nosso costume é cobrir também os olhos com a parte superior do Talit.

É costume estudar durante o período do Omer o tratado talmúdico Sota, além dos estudos que foram fixados em outros lugares. Estuda-se uma folha por dia.

(O tratado Sota contém quarenta e nove folhas, que correspondem aos quarenta e nove dias do Omer. Este estudo começa, então, no primeiro dia de Chol Hamoed de Pessach).

Quinta 8 Iyar

Vigésimo terceiro dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi d´Emor com Rashi

Tehilim: 44 a 48

Tania: Vela´chen Chimshil...(p.Same´h Vav) Be´chayéchem

(Quinta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Um emissário faz uma unidade com aquele que o envia. É por isso que o anjo tem verdadeiramente o Nome de D'us, quando cumpre Sua missão. Isso é ainda mais claro quando se trata das almas. No que se refere a elas, o grau de unidade é muito mais profundo, como está explicado em outro lugar.

Os Chassidim são os emissários do Rebe, do Admor Hazaquen. Quando assumem sua missão, estão efetivamente ligados a ele e o estão em tudo o que constitui a sua existência: é um Chassid que anda, um Chassid que come, um Chassid que dorme.

(O Rambam diz: “assim como o Sábio se distingue por sua sabedoria ... ele se reconhece também pelos seus atos, seu alimento, seu modo de andar. Ver sobre esse mesmo assunto o 6 de Iiar e o 10 de Tamuz).

Sexta 9 Iyar

Vigésimo quarto dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shishi d´Emor com Rashi

Tehilim: 49 a 54

Tania: Vezé Shéamar Assaf... Chaatsilut

(Sexta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Nosso mestre, o Baal Shem Tov, diz:

“Tudo o que o homem vê ou ouve constitui um ensinamento para seu serviço de D’us.

Este é o sentido deste serviço. Precisa discernir em todas as coisas o meio de cumprir Sua Vontade.”

Shabat 10 Iyar

Vigésimo quinto dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shevii d´Emor com Rashi

Tehilim: 55 a 59

Tania: Cap.47: Vechine...Kemo Shekatuv Léeïl

(Shabat, no Haiom Iom Original, de 5703)

Temos o costume de mergulhar o pedaço de pão do “Hamotsi” três vezes no sal mas não de colocar sal sobre o pão.

Durante o segundo dia de Shavuot de 5621 (1861), durante a refeição, meu avô (o Tsemach Tsedec) contou:

“No segundo dia de Shavuot 5555 (1795), durante a refeição, meu avô (o Admor Hazaquen) disse:

‘Durante o segundo dia de Shavuot 5528 (1768), durante a refeição, meu mestre (o Maguid de Mezeritch) disse:

‘E contareis para vocês’. ‘Sefartem’ (contareis) vem de Sapirut, que significa clareza. ‘E contareis para vocês’: precisa que o ‘vocês’ seja brilhante.

Depois meu avô (o Admor Hazaquen) apoiou a cabeça sobre os braços e começou a cantar a melodia dos quatro movimentos, com um grande fervor. Depois, levantou a cabeça e disse, com um tom interrogativo:

‘Como fazer para que o ‘vocês’ seja brilhante?’

Imediatamente ele acrescentou, com um tom de resposta:

Com ‘sete semanas’ inteiras, afinando os sete atributos do sentimento. Porque cada um inclui em si os sete outros. Eles podem assim se tornar ‘sete Shabatot’. De fato, o Shabat, por natureza, não necessita nenhum refinamento.”

(Na verdade, quando a Torá ordena que se conte o Omer, utiliza para designar a semana o termo Shabat e não a palavra usual de Shavua. O Shabat, de fato, possui intrinsecamente a elevação, à diferença dos dias da semana que colocam o homem em contato com os atrativos do mundo).

Domingo 11 Iyar 5703

Vigésimo sexto dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Rishon de Bechar com Rashi

Tehilim: 60 a 65

Tania: Cap.48: Vechiné...(p.134) Limekoman

(Domingo, no Haiom Iom Original, de 5703)

Adota-se no Sidur as seguintes leituras:

·  “..................................” – Vequen se escreve com um Tserei e não com um Patach (p.26).

·  “..................................” – ............... se escreve com um Camats e não com um Patach (p.30).

·  “..................................” – Le Zain se escreve com um Segol e não com um Tserei (p.33).

·  “..................................” – ............ se escreve com um Patach e não com um Camats.

·  “..................................” – (p.48).

·

Segunda 12 Iyar

Vigésimo sétimo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni de Bechar com Rashi

Tehilim: 66 a 68

Tania: Vechine Pratiut... (p.134) `Chashiveï

(Segunda-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Adota-se no Sidur as seguintes leituras:

·  “..................................” – o terceiro Mem se escreve com um Camats.

·  “..................................” – o Mem se escreve com um Patach (p.62).

·  “..................................” – Zachor se escreve com um Shuruc (p.68).

·  “..................................” – o Mem se escreve com um Patach, o Lamed com um Sheva, o Tav com um Daguesh e um Patach (p.72)

·  “..................................” – e não “...............................”.

(As indicações da véspera se relacionam com o princípio da oração até o Shmoné Essré. As deste dia se referem ao restante da oração, desde o final do Shmoné Essré até o final do dia).

Terça 13 Iyar 5703

Vigésimo oitavo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shlishi de Beshar com Rashi

Tehilim: 69 a 71

Tania: Veka´cha  Mamash...(p. Same´h `Cheith) Veta´chlit

(Terça-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Em Mincha se diz o Tachanun.

O Admor Hazaquen, quando proferia discursos chassídicos muito curtos, explicou:

“ ‘Saiba o que há acima de você’: saiba que tudo que há ‘acima’, nas Sefirot celestiais e nas formas que a Emanação divina adota, vem ‘de você’. Tudo depende do esforço do homem.”

(Foi nessa data que deixou esse mundo, em 5712 (1952), o Rabi Arié Leib, irmão do Rebe Shlita de Lubavitch.

Diz-se aqui que a revelação celestial é o espelho da ação dos homens, apesar da sua insignificância. A citação de Avot portanto, pode ser lida da seguinte maneira: “saiba que tudo o que há acima depende de você”)

Quarta 14 Iyar

Pessach Sheni

Vigésimo nono dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Révii de Bechar com Rashi

Tehilim: 72 a 76

Tania: Vechamashal...(p.Same´h `Cheith) Chaadam Vedaato

(Quarta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Pessach Sheni destaca que nunca é tarde demais. É sempre possível consertar. Para aquele que era “impuro”, ou que estava “num caminho afastado”, mesmo se isso era “para vocês”, da sua vontade delibara, ainda é possível retificá-lo.

Quinta 15 Iyar

Trigésimo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi de Bechar com Rashi

Tehilim: 77 e 78

Tania: Aval Chakadosh Baru´h Chu...(p.136) Bilvad

(Quinta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Na época do Admor Hazaquen, era familiar entre os Chassidim o seguinte provérbio:

“O pedaço de pão que possuo é teu da mesma maneira que é meu”.

Eles colocavam a palavra “teu” em primeiro lugar, “teu da mesma maneira que é meu”.

Sexta 16 Iyar

Trigésimo primeiro dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shishi de Bechar com Rashi

Tehilim: 79 a 82

Tania: A´h Yediato... Bemakom A ´cher

(Sexta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

·  Meu pai (o Rebe Rashab), quando cortava as unhas, as misturava com ramos e as queimava.

×  Meu avô (o Rebe Maharash) disse ao Chassid Rabi Eliahu Abeler, um homem simples do ponto de vista das suas aptidões e dos seus conhecimentos, durante uma entrevista que lhe outorgou:

Eliahu, eu invejo você. Você participa de numerosas feiras. Você vê muita gente. E quando, em meio a uma transação comercial, você evoca com entusiasmo uma lei judia, um trecho do Ein Iaacov, quando você demostra ao interlocutor a importância de estudar a parte legislativa da Torá e da Chassidut, você provoca, com essa maneira de agir, um prazer lá em cima.

D’us retribui então essa “corretagem”, outorgando a você “filhos, saúde e prosperidade material”. Quanto maior a força, mais você tem trabalho e mais importantes são as receitas”.

Shabat 17 Iyar 5703

Trigésimo segundo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shevii de Bechar com Rashi

Tehilim: 83 a 87

Tania: Cap.49: Vechine...(p.138) Achavat Chashem

(Shabat, no Haiom Iom Original, de 5703)

·  Não se diz Tsidcatecha (Sidur p. 209).

·  No Shema Israel que alguns fazem pela manhã, antes da oraçào, para cumprir com a Mitsvá de dize-lo em seu tempo, se repetem duas vezes as três últimas palavras do Shemá e se conclui com a palavra “Emet” (sidur p.48). No Shema que se faz com os Tefilin de Rabenu Tam ou com os do Shimusha Raba, não se repetem as últimas palavras mas se diz “Emet”.

·  Em Lag Baomer , ao redor de 5604 (1844), o Tsemach Tsedec deu a seguinte explicação do Baal Shem Tov:

“Está escrito ‘Para que vocês sejam, uma terra de luxúria, palavra do Eterno, D’us dos Exércitos celestiais.’ Assim como os maiores sábios nunca chegarão a penetrar nos maiores segredos da natureza, os imensos recursos que D’us colocou na terra, porque ‘tudo vem da poeira’, da mesma maneira nunca ninguém descobrirá o limite dos imensos tesouros que um Juden contém, terra de luxúria de D’us.”

O Baal Shem Tov concluiu:

“Eu quero fazer com que os Judeus forneçam a produção à qual temos o direito de esperar por parte da terra de luxúria de D’us.”

Domingo 18 Iyar 5703

Lag Baomer

Trigésimo terceiro dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Rishon de Be´chukotai com Rashi

Tehilim: 88 e 89

Tania: Veei´h Yavo...(p.138) Vekadosh

(Domingo, no Haiom Iom Original, de 5703)

Na casa do Admor Haemtsaí, Lag Baomer era uma das festas mais marcantes. Ele ia para os campos com os Chassidim, não lavava as mão e não comia pão, mas ele mesmo tomava álcool, embora, por razões médicas, ele não estivesse autorizado para faze-lo

Assistia-se então a muitos milagres, especialmente para casais que não tinham filhos. O ano todo se esperava por Lag Baomer.

Segunda 19 Iyar

Trigésimo quarto dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni de Be´chukotai com Rashi

Tehilim: 90 a 96

Tania: Vea´char Ka´h...(p. Aïn) Itbare´h Kenizkar Léeïl

(Segunda-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

A Chassidut é uma percepção divina, uma tomada de consciência que o homem faz sobre a sua pequenez e sobre a possibilidade que lhe é dada de conhecer a elevação.

Terça 20  Iyar 5703

Trigésimo quinto dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shlishi de Be´chukotai com Rashi

Tehilim: 97 a 103

Tania: Vechine Kaasher...(p.Aïn) Bedivrei Torah

(Terça-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Não pode se prevalecer de ninguém. É preciso fazer muito esforço. Então, com paciência e amabilidade, se consegue chegar ao sucesso em tudo, com a ajuda de D’us. Denegrindo o próximo e exaltando o orgulho é possível, D’us nos preserve, perder tudo.

Quarta 21 Iyar

Trigésimo sexto dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Révii de Be´chukotai com Rashi

Tehilim: 104 e 105

Tania: Ki Al...(p.Aïn) Umeodo Kenizkar Léeil

(Quarta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Cada um deve saber que o Todo-Poderoso, por sua Providência Divina, oferece a todos a possibilidade de realizar concretamente a Sua Vontade, cumprindo as Mitsvot e reforçando o Judaísmo e nossa Santa Torá, sempre, e em qualquer lugar. Tudo depende unicamente do esforço que se realiza.

Quinta 22  Iyar

Trigésimo sétimo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi de Be´chukotai com Rashi

Tehilim: 106 e 107

Tania: Cap.50: Vechine...(p.140) `chas Veshalom

(Quinta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Alguns dos primeiros Chassidim participaram de um Farbrenguen em 5433-5547 (1784-1787). O conteúdo da sua discussão foi o seguinte:

O Rebe (o Admor Hazaquen) fez com que estivéssemos mais sós. Antigamente, o mestre, o diretor da Ieshiva ou o Sábio, estavam sós e os discípulos estavam sós. O caminho da Chassidut, instituído pelo Rebe, apresenta um aspecto novo e divino: o Rebe não está só e os Chassidim não estão sós.

Sexta 23 Iyar

Trigésimo oitavo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shishi de Be´chukotai com Rashi

Tehilim: 108 a 112

Tania: Vechine...`Chayé Cha `Chaïm Baru´h Chu

(Sexta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

O princípio do declínio, que D’us não queira, é a falta de fervor na oração: tudo se torna seco e frio. Até mesmo as Mitsvot que são executadas maquinalmente se tornam maçantes. Tem-se pressa, Perde-se o prazer no estudo da Torá. A atmosfera se torna asfixiante. E evidentemente, se perde a capacidade de influenciar o próximo.

Shabat 24 Iyar

Trigésimo nono dia do Omer

(Shabat, no Haiom Iom Original, de 5703)

·  Abençoa-se o Rosh Chodesh Sivan.

·  Lêem-se todos os Tehilim, pela manhã.

·  É um dia de Farbrenguen.

·  Para o Shelishi, aquele que lê a Torá sobe, sem ter sido chamado.

·  Diz-se Av Harachamim (Sidur p.191)

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shevii de Be´chukotai com Rashi

Tehilim: 113 a 118

Tania: Cap.51: Vechine... Betuldato Kenizkar Léeïl

“Se andares nas Minhas Leis”. Este “se” é uma imploração. Nossos Sábios o explicam da seguinte maneira: “possam vocês andar nas Minhas Leis”. D’us, se pode expressá-lo assim, suplica ao povo judeu que respeite a Torá. E é isso mesmo que traz ao homem a ajuda e a força para fazer a escolha certa. Mais que isso, “andareis nas Minhas Leis” e a alma poderá conhecer efetivamente o progresso.

***

Quando o Mashiach chegar, será revelada a grandeza da simplicidade e da integridade que são a base do serviço Divino das pessoas simples, quando rezam e dizem Tehilim com sinceridade.

Domingo 25 Iyar 5703

Quadragésimo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Rishon de Bamidbar com Rashi

Tehilim: 119, do versículo 1 ao 96

Tania: Veka´cha... (p.Aïn Beith) Beta ´chtonim Mamash

(Domingo, no Haiom Iom Original, de 5703)

Extrato de um dos discursos Chassídicos do Admor Hazaquen, proferido em Liozna em 5555 (1795):

“A retribuição da Mitsva é a própria Mitsva: a Mitsva, por sua essência profunda, é uma recompensa. Esta essência será revelada no mundo futuro.

Mas este é tão somente o capital da Mitsva. Por outro lado, seus juros são consumidos pelo homem neste mundo. Eles variam de uma Mitsva à outra segundo a sua natureza: quando se precisa do que ela contém, D’us o outorga.

Segunda 26 Iyar

Quadragésimo primeiro dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Sheni de Bamidbar com Rashi

Tehilim: 119, do versículo 97 ao fim

Tania: Vachachevdel...(p.Aïn Beth) Lecha´chayotam

(Segunda-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Antes de enunciar a Mitsva que recomenda repreender o próximo, a Torá diz: “não odiarás o teu irmão”. Esta é uma condição prévia à repreensão.

Depois, está escrito: “não o faça suportar o erro”. Se tua recriminação não tem efeito, você será responsável pela mesma: tuas palavras não provinham do coração.

Terça 27 Iyar 5703

Quadragésimo segundo dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Shlishi de Bamidbar com Rashi

Tehilim: 120 a 134

Tania: Vekol Ka´h Astmu... Eïn Sof Baru´h Chu

(Terça-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Meu pai (o Rebe Rashab) relatou o que ouviu do seu pai, em nome do Tsemach Tsedec, que o ouvira, ele próprio, do Admor Hazaquen: este último se considerava o filho do Maguid (seu mestre) e o neto do Baal Shem Tov.

Quarta 28 Iyar

Quadragésimo terceiro dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Révii de Bamidbar com Rashi

Tehilim: 135 a 139

Tania: Cap. 52: Ukemo...(p.Aïn Guimel) Chaor Vechashémesh

(Quarta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

Durante uma das visões em que o Tsemach Tsedec viu o Admor Hazaquen, durante os trinta dias que seguiram o seu decesso, este último lhe repetiu o discurso Chassídico que inicia com a frase “o mundo é sustentado por três coisas”.

Após esse discurso, o Admor Hazaquen disse: “Quando o homem é o primeiro a emitir a semente (a criança será uma menina): é tua mãe. Quando a mulher é a primeira (a criança será um menino): é você”

(Observar que este discurso Chassídico foi o primeiro que o Tsemach Tsedec proferiu quando se tornou Rebe. Sabe-se que ele recusou no início a função de cabeça dos Chassidim só aceitando faze-lo quando o Rabino Perets de Tchernicov lhe apresentou o argumento desenvolvido acima).

Quinta 29 Iyar

Quadragésimo quarto dia do Omer

Passagens a serem estudadas:

Chumash: Chamishi de Bamidbar com Rashi

Tehilim: 140 a 150

Tania: Aval Chashe´china... (p. Aïn Guimel) Chashemesh Bilvad

(Quinta-feira, no Haiom Iom Original, de 5703)

A elevação da alma (daquele que deixou este mundo) se faz três vezes ao dia, no curso das três orações.

Isto é especialmente verdadeiro com referência à alma dos Justos que “se elevam de um nível a outro”. É verdade que em qualquer momento e em qualquer lugar sagrado em que possam encontrar-se, eles oram e intercedem em favor daqueles que estão ligados a eles e aos seus ensinamentos, e que respeitam suas instruções. Eles rezam em particular pelos seus discípulos e pelos discípulos dos seus discípulos, para que D’us venha em sua ajuda, material e espiritualmente.


 "Todos os Direitos Reservados", que indica que aquela obra está protegida por lei e não poderá ser copiada sem autorização do autor.
©RABINADO DO RIO DE JANEIRO