Doze Versículos

"Toda criança deve conhecer os doze versículos "

Os 12 versículos

Toda criança deve aprender estes 12 versículos de cor:

1) "Torá Tsivá Lanu Moshé Morashá Kehilát Yaacov"

(Deuteronômio 33:4)

A Torá que Moisés nos ordenou é uma herança para a comunidade de Jabob.

2)"Shema Yisrael Ado-Shem Elo-Heinu Ado-Shem E´had"

(Deuteronômio 6:4)

Escuta Israel, o Eterno é nosso D´us, o Eterno é Um.

3) "Bechol Dor Vador ´Hayav Adam Lir´ot et Atsmo Keilu Hu Yatsá Mimitsrayim".

(Pessachim, página 116 verso)

Em cada geração o judeu deve considerar como se ele próprio tivesse saído do Egito.

4) "Kol Yisrael Yesh Lahem ´Helek Leolam Habá; Shénéémar Veame´h Kulam Tsadikim, Leolam Yirshu Arets; Netser Mataai Maassei Yadai Lehitpaer".

(Sanhedrin, página 90)

Todos os judeus têm uma parte no mundo vindouro assim como está escrito (Isaías): e o teu povo é todo de justos; eles herdarão a terra para sempre; eles são um ramo da minha plantação, a obra de minhas mãos, dos quais eu me orgulho.

5) "Ki Karov Eile´ha Hadavar Meod Befi´há Ubilevave´ha Laassoto"

(Deuteronômio 30:14)".

Pois está ao teu alcance próximo seguir a Torá na tua boca, no teu coração e na ação (para cumpri-la).

6)"Vehinei Hashem Nitsav Alav, Umelo Kol Haarets Kevodo, Umabit Alav, Uvo´hen Kelayot Valev, Im Ovdo Karauy"

(Tanya, cap.41)

Veja, o Eterno está acima dele e o mundo inteiro está repleto de Sua glória e Ele o observa e sonda seus rins e seu coração para ver se ele O serve da maneira certa".

7)"Bereishit Bará Elo-him Et Hashamayim Veet Haaretz"

(Gênesis 1:1)

No princípio D´us criou o céu e a terra.

8)"Veshinantam Levanecha Vedibarta Bam Beshivte´ha Beveite´ha Uvele´hte´ha Vadere´h Uveshochbe´ha Uvekume´ha"

(Deuteronômio 6:7)

E você as inculcará em teus filhos e falará a respeito delas (as prescrições da Torá) quando você estiver na sua casa, quando estiver andando pelo caminho e ao se deitar e ao se levantar.

9)"Yagati Velo Matsati Al Taamin; Lo Yagati Umatsati Al Taamin; Yagati Umatsati Taamin"

(Meguila, página 6 verso)

Se alguém disser: "Eu me esforcei mas não encontrei (consegui)" – não acredite nele; "eu não me esforcei e encontrei" – não acredite; mas se disser: "Eu me esforcei e encontrei" – acredite nele.

10) "Veahavtá Lereia´ha Kamo´ha – Rabi Akiva Omer: Zé Klal Gadol Batorá"

(Levítico 19: 18. Torá Cohanin, comentário sobre o versículo)

E você amará ao teu próximo como a ti mesmo – Rabi Akiva diz: este é um princípio importante na Torá.

11) "Veze Kol Haadam Veta´hlit Beriato Uveriat Kol Haolamot Elyonin Veta´htonim Lihiot Lodira Zobeta´htonim"

(Tanya, cap. 33)

E este é todo o ser humano, e o objetivo de sua criação e da criação de todos os mundos, os superiores e os inferiores, que Ele (o supremo) tenha uma morada aqui no mundo inferior (físico-material).

12) "Yisma´h Yisrael Beossav – Perush: Shekol Mi Shehu Mizera Yisrael Yesh Lo Lismoa´h Bessim´hat Hashem Asher Sas Vessamea´ch Bedirato Beta´chtonim"

(Tanya, cap.33)

Israel se alegra com Aquele que o criou. Isto significa que tudo que é da semente de Israel deve alegrar-se com a alegria de D´us que se alegra e fica feliz com a Sua morada no mundo inferior (Físico-material).

h 12 versículos

"Toda criança deve saber a explicação dos doze versículos e comentários dos Sábios, a ponto de poder explicá-los para uma outra criança, "Vehavta Lerre ha Kamoha" (Você amará o próximo como a si mesmo), (10).

O primeiro versículo é "Torá Tsiva", (1), com o qual o pai ensina seu filho a falar. A criança compreenderá então que ela é a herdeira de toda a Torá. Ela compreenderá também que "Bereshit Bara",(7), que D’us criou e guia esse mundo. Ela guardará essa idéia durante toda a sua vida.

"Kol Israel", (4), lhe explicará o poder da criança judia, "jóia de Minhas plantações da qual Eu me orgulho".

"Vezé Kol" (11), mostrará para a criança o objetivo da criação, destacando D’us em tudo. Ao se conscientizar de tudo isso, a criança sentirá uma imensa alegria, "Ismah Israel", (12).

Graças a "Shema Israel", (2), ela verá a unidade de D’us no mundo de maneira ainda mais clara.

Segundo o código da leis da Torá, o Shul´han Aru´h, a criança não deverá temer os zombadores pois, "Vehiné Hashem Nitsav", (6), D’us está presente e perto da criança. Dar para o outro o que a criança possui é particularmente difícil,

mas "Lo Yagata Umatsata", (9), o esforço permitirá que ela consiga.

Também, "Ki Karov" (5), destaca que o esforço não engloba unicamente a ação mas também a palavra e o pensamento.

E "Veshinantam", (8), mostra que tudo isso pode ser aplicado em qualquer momento, em casa, no Gan, (no jardim de infância) no Heder, na Yeshiva. Se a criança perceber que os adultos não cumprem tudo isso, ela se perguntará por quê que ela deve fazer

e deveremos responder então que "Behol Dor Vador", (3), nós estivemos até agora exilados no Egito mas estamos saindo e todas as perguntas desaparecerão então. (Siha do Rabi, 13 de Tamuz de 5736)